Pesquisar este blog

terça-feira, 4 de julho de 2017

Quando não se sabe o que escrever...

     Desde domingo que vinha pensando no que escrever sobre a crise sem fim do São Paulo! Acho que já escrevi demais sobre os mesmos temas! Na verdade, nós são-paulinos, nem temos mais o que falar! Vamos dizer o quê? Nosso compilado de explicações esvaziou-se... As pessoas zombam do Tricolor e já não retruco. O que falar?
      Não sei o que pensar sobre a demissão de Rogério Ceni. Se dessem mais tempo a ele? Mas se o Tricolor não reagisse? E se o Tricolor fosse conhecer a série-B? Difícil!
    "Tá" certo que venderam muitos jogadores, mas não havia 11 titulares... Na verdade faz tempo que eu não sei a escalação de 1 a 11 do São Paulo!
     Penso que a culpa não é só de Rogério Ceni, mas de uma diretoria que mostra a cada dia não querer o bem do São Paulo, mas sim uma ganância incontrolável  pelo poder!
     Vendem jogadores a torto e a direito... E para onde vai o dinheiro? Cadê uma planilha com os gastos? Para onde vai cada centavo que entra?
     Do fundo do meu coração, quando eu vejo o Tricolor nesta situação sinto vontade de ser uma "mulher normal" e não ter nenhum sentimento pelo Tricolor! É um amor doido, que faz mal!!! Como pode um time de futebol arrancar lágrimas? Coisas que só o coração pode explicar!
      Espero que esta fase ruim passe logo. O que me resta é torcer! Afinal é o que uma torcedora pode fazer!!

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Senhor, o que queres de mim?

     Não é fácil ter ansiedade! Uma ansiedade saudável ainda vai, mas passar mal, sentir dor no peito... Isso não é bom!
     Sofro de ansiedade severa! Brinco que tenho a síndrome do "peru de Natal": morro de véspera!
     Às vezes (quase sempre) sofro por algo que ainda não aconteceu. Tenho pedido muito para Deus moldar este grande defeito!
     Ano passado, comecei a sentir meu braço formigando e meu peito doendo, mal conseguia respirar. Estes sintomas não era começo de infarto (graças a Deus), mas uma crise de ansiedade!
     Procurei um médico e fui encaminhada ao psiquiatra e desde então tenho tomado fluoxetina! Já melhorei, mas preciso de mais calma!
     É estranho ver os dias passando e os planos não se concretizando, e ai entra a bendita da angústia e onde começa a luta em viver um dia de cada vez e entender os desígnios de Deus!
     Há uma música do Padre Zezinho que diz: "Minha vida tem sentido cada vez que eu venho aqui! E te faço meu pedido de eu não me esquecer de Ti". E até por medo de me afastar de Deus, eu sofro!
   Por isso hoje eu peço: Jesus, daí-me a graça de viver um dia de cada vez! É como está na bíblia : 'a cada dia basta teu questionamento'. Peço a graça de eu não me esquecer de Ti! Se faltar as forças que teu Santo Espírito venha sobre  mim e brote do coração gemidos inefáveis! Posso perder tudo, menos a minha fé!
P.S. apenas um desabafo no busão... Minha mente não fica quieta!

terça-feira, 23 de maio de 2017

Sonho meu!

     Dias desses, acordei disposta e mega feliz e advinha porquê? Porque sonhei que trabalhava em minha área de formação! Era tão real! Não que eu não goste do meu emprego, mas às vezes sinto-me deslocada em algumas situações!
     No sonho, estava desenvolvendo um site e um homem disse assim: "gostei muito de você!! Vamos abrir cinco vagas e uma já é sua!".
    Às vezes me pego pensando no que fiz de errado! Ai Deus mostra que a vontade dele é que importa! Eu tentei, não consegui! Ao menos eu tentei...
    Quando estou com saudades da faculdade,  leio alguns textos que escrevi há muitos anos! Confesso que escrevia melhor aos 17 anos que agora!
     Eu não trabalho na área, já tem 11 anos que terminei a faculdade, mas ainda tenho o hábito de ligar o rádio todos os dias para saber o que acontece no mundo; no ônibus a caminho do trabalho acesso pelo menos três sites de notícias e tenho o Twitter como minha rede social preferida por seguir todos os meios de comunicação possíveis!! E tento ler muito! Sempre estou com um livro na bolsa!
     Sem querer me pego corrigindo algum texto... Não vou negar que às vezes me bate um arrependimento por ter feito Jornalismo, mas não me vejo em outro curso!
     Foi bom aprender o que é uma lauda, uma escalada, como se faz  um VT... Que para cada meio se tem um jeito de escrever...Ah! Quanta nostalgia!

segunda-feira, 15 de maio de 2017

A maior de todas as decepções do futebol!

     Confesso que tive medo ao ver que Rogério Ceni seria treinador do São Paulo, mas depois de alguns treinos e dos primeiros jogos, eu me iludi! Fiquei empolgada!
      Desde de 2008 sem ganhar um título de expressão, lutando para não cair para a segunda divisão... Sim! Eu me iludi! Pensei que com Rogério no banco, tudo seria diferente!
     Nunca fui fã número 1 do Rogério, assim como sou do Telê, do Muricy, do Amoroso e como fui um dia do Dodô! Sou admiradora, mas entre o Tricolor e o Mito, eu sou São Paulo! Rogério foi sensacional debaixo das traves e com as bolas nos pés! Ele proporcionou a mim momentos que jamais esquecerei! Aquele jogo contra o Liverpool? Parecia que eram dois Rogérios! Pegou demais! Sou grata, muito grata! Por cada defesa, por cada gol, por cada título conquistado, mas sou contra usar o São Paulo como teste para treinador iniciante!
     Como pode? Neílton ser o melhor nos treinos e menos de 24 horas após a partida em que não fez absolutamente nada, ser dispensado? Qual coerência?
Lugano está quase aposentado, mas sou mais ele do que Lucão! Aliás, depois do jogo de quinta, descobri que não tenho problemas cardíacos!!!
     E o revezamento de goleiro? Pra quê? Rogério só foi Rogério por conta da sequência de jogos! E os três volantes? Sinto até vontade de chorar!
      Rogério vai para as coletivas armado com números que não servem para nada! É como diz a música do Skank: " Bola na trave não altera o placar!" Se a bola não entra, se o time não marca... Não adianta nada!
     O começo foi avassalador! Fez um monte de gols, era o melhor ataque do Brasil e de repente.... Pufff Virou pó! Medonho! Infelizmente não vejo futuro com Rogério Ceni treinador!
    Agora quem da diretoria do Tricolor terá coragem para bater de frente com o maior ídolo do Morumbi? Quem vai ter coragem de questioná-lo? Ninguém! Acho que se o Rogério Ceni não pedir demissão, ninguém vai demiti-lo!
    E pelo jogo de ontem contra o Cruzeiro, 2017 vai ser dureza, mais uma vez! O torcedor são-paulino tem de se preparar para fortes emoções e para quem sabe o primeiro rebaixamento do Tricolor!
    Não vejo uma luz no fim do túnel! Meu São Paulo se apequenou e há tempos deixou de ser protagonista para tornar-se apenas um mero coadjuvante!
      Vou continuar a torcer pelo meu querido Tricolor! Vou continuar a vestir minhas camisas e a ir ao Morumbi! Quem sabe um dia esta fase ruim não passa?

terça-feira, 2 de maio de 2017

As perguntas que odeio responder

     É do ser humano se interessar pela vida alheia! Por mais santa que a pessoa seja, é certo que ela queira saber da vida íntima de alguém, mas há perguntas que deveriam ser proibidas de serem feitas. Aliás, escrevo este texto na esperança dos "sem-noções" não me perguntarem determinadas coisas...
     Quando criança odiava que me perguntassem porque meus pais se separaram! Coisa ridícula perguntar isso para uma criança! Na adolescência perguntavam quando eu iria arranjar um namorado e como eu era encalhada perguntavam se eu era lésbica...
    O tempo foi passando e as perguntas inconvenientes só foram aumentando.
     Como o mundo sabe sou formada em Jornalismo, mas não trabalho na área. E o que mais ouço: "Por que você não trabalha na área?". Acham mesmo que eu não gostaria de exercer minha profissão? Só que das minhas tentativas, dos nãos, da frustração diária cuido eu! É fácil julgar e perguntar de forma ofensiva! Já ouvi: "Eu nunca que trabalharia no banco com um diploma deste! Ia dá a cara para bater!". Gostaria muito de ter tentado mais, mas nasci na periferia, em família humilde, então chega uma hora que não dá mais para tentar, é preciso trabalhar! E dou graças a Deus todos os dias por ter um emprego e não fazer parte dos 14 milhões de desempregados do Brasil!
     Outra pergunta cretina: "Você não pensa em fazer outra coisa? Dez anos de empresa é muita coisa!". Como se eu estivesse há 10 anos fazendo a mesma coisa... Gente, todo os dias eu aprendo alguma coisa no meu serviço! Deixem eu trabalhar em paz! Se um dia eu tiver de sair, eu vou sair, mas Deus que sabe e rege minha vida, ok?
     Ai você encontra alguém na rua e o ser  humano solta: " Nossa! Você ainda é são-paulina?" Tenho de mudar de time com o passar do tempo?
     Mas, nada tem me deixado mais irritada sobre o porque ainda não tenho filhos! Se soubessem a dor que me causa e como fico chateada não me perguntariam isso! Acho que esta pergunta não deveria ser feita para nenhuma mulher! Às vezes a mulher não tem filho não porque ela não quer, mas talvez porque ela não pode! Talvez ela esteja passando por um longo e doloroso tratamento, talvez o médico​ já eliminou as esperanças dela e o povo enchendo o saco!
     Esqueci de citar a pergunta de quando estamos namorando: "E aí quando é o casamento"? Como se casar fosse algo mais fácil do mundo!
    Para mim não perguntem sobre quando vou mudar de time, quando vou ter filhos ou porque não trabalho na área!!! Eu simplesmente odeio responder sobre isso!
     Procurem arrumar outras formas de puxar assunto! Que tal "Lava-jato"? Sei lá...

domingo, 16 de abril de 2017

A eterna reconstrução

     Comecei a construir a minha casa no ano de 2011 e confesso que levantar uma casa do chão não é tarefa fácil. Se vai muito dinheiro e também a paciência. Infelizmente, no meu caso, como sou pobre, não contei com engenheiros ou arquitetos competentes para me auxiliarem. Fui enganada pelo pedreiro, que achou que por eu trabalhar em banco que sou rica. O planejamento foi para o beleléu...
     O primeiro pedreiro cobrou uma fortuna para deixar minha casa com defeitos que hoje aparecem de forma gritante. Depois de seis anos minha casa está pronta! Que dizer falta uns detalhes, mas já dá para morar.
      Aonde eu quero chegar? Aqui não é um blog sobre construção, mas quis usar esta história para fazer uma analogia com a atual situação do São Paulo Futebol Clube.
     Desde 2009 que o Tricolor está em construção, mas assim como eu que tive contratempos, como falta de dinheiro, o acidente da minha mãe e como já disse os pedreiros espertos, o São Paulo sofre para conseguir se reenguer. Não que esta seja a pior crise, mas está difícil ver um futuro para o time do Morumbi!
      Não sei se a torcida vai ter paciência com o Rogério Ceni. Já foram tantos técnicos: Ricardo Gomes, Ney Franco, Doriva, Osório, Bauza... E nenhum conseguiu dar liga no time. Tirando a Sul-Americana de 2012, o Tricolor não conseguiu mais nada e em 2013, se não fosse Muricy Ramalho, com certeza teria caído para segunda divisão.
      Perder duas seguidas em casa não é digerível. Ainda mais quando se perde para o rival como hoje. Sinto um pingo de esperança, mesmo depois dois revés. Consigo enxergar algumas mudanças. O time ganhou um desenho tático, mas o sistema defensivo... Só pela misericórdia!   
     E fica aquela dúvida: dá oportunidade ao Rogério ou madá-lo embora? Já tem torcedor querendo o Cuca!
     Pra mim o São Paulo deu adeus a Copa do Brasil e ao Paulistão! Sobrou a Sul-Americana e o Brasileirão! Se a torcida tiver paciência, quem sabe ano que vem? É tempo de fazer o alicerce. E já vimos mudanças, com tempo quem sabe não vem a colocação dos blocos e o tão desejado acabamento?
     É só lembrar do Tite no Corinthians. O time de Itaquera foi eliminado pelo Tolima na pré-libertadores e depois foi campeão dá mesma competição e mundial
     E claro, aos mais velhos é só lembrar do início de Telê Santana. Ele não teve um começo arrebatador no Morumbi.
         Eu prefiro esperar!

Como acompanho futebol

  Nunca vou me esquecer da primeira vez que comprei uma revista de futebol! Era o ano de 1997 e eu era apaixonada pelo jogador Dodô! Dodô ficou conhecido como o artilheiro dos gols bonitos, mas na minha história ele ficou marcado por mudar minha forma de gostar e acompanhar futebol!
     Aos 14 anos era apaixonada pelo futebol, mas não sabia nada... Amando o Dodô loucamente perdi o gosto pelas revistas femininas que estampavam homens famosos. Os pôsteres com o "gato do mês" não me atraíam! Então, passei a olhar as páginas de esporte e a recortar as fotos do Dodô para colocar em uma pasta.
     Um dia, olhando uma banca de jornal, vi uma revista chamada "Show de bola" e nela Dodô era a capa. Comprei na hora! E digo: esta revista mudou a minha vida e a forma de gostar de futebol!
     A revista veio com a tabela do campeonato brasileiro, era ano de 1997 e Internet era algo distante. Já existia, mas sua conexão era apenas discada, mas nem computador eu tinha!
     Comecei a ver os dias dos jogos do Tricolor e depois os jogos dos adversários. Naquela época, o Brasileirão não era por pontos corridos e se classificavam a próxima fase apenas os oito primeiros. Olha dali, vê de lá... Quando de repente sabia de cor os jogos de todos os clubes da Série-A!
     Por muitos anos comprei o guia do Campeonato Brasileiro! Com a chegada da Internet, parei de comprar e baixava a tabela em PDF! Depois, com o advento dos Smartphones, baixei a tabela no celular!
     Na minha adolescência assistia a todos os programas de futebol da TV! Era Mesa Redonda, Cartão Verde... Acordava às 04h30 para ir à escola, mas ficava vidrada na TV!
     Aqui já contei sobre meu vício pelo rádio! Quando tinha jogo, qualquer jogo, adorava ouvir o pós jogo. Claro, que aos domingos, ouvia rádio o dia inteiro! Era Plantão de Domingo, Enquanto a bola não rola... Saudade!
    Eu comprava Lance! quase todos os dias! Minha mãe me dava dinheiro para o lanche e eu comprava jornal!
     Muita gente diz que sou doente por futebol, mas agora, não tenho tanto tempo assim!
      Volto para casa ouvindo "meus meninos" do Estádio 97! Faço isso há 17 anos! Contínuo com o hábito de ver jogo e ouvir rádio ao mesmo tempo! E hj sou viciada na "Fox Sport".
    Atualmente não tenho assistido as " Mesas Redondas" da TV aberta! Não tenha paciência! Muitas vezes estes programas 'batem na mesma tecla' o tempo todo e não dão notícias, mas apenas vivem de sensacionalismo barato. Passou a época que ficava vendo estes programas para saber sobre meu time! Hoje tenho um aplicativo só com notícias do São Paulo e claro sigo meu Tricolor em todas as mídias sociais, mas sinto saudade de quando não tinha todas essas facilidades para acompanhar futebol!
      O legal da Globalização é que podemos assistir a Champions! E claro, comentar em tempo  real os jogadas maravilhosas dos times ou as derrotas históricas!
      Têm dias que sinto falta da minha agenda e das resenhas escritas sobre futebol, mas é uma coisa que ficou para para trás e serviu para eu ter muitas histórias para contar!
      Quando não conseguia ficar até tarde acordada por causa da escola, minha irmã grudava um bilhete na porta do banheiro com resultado dos jogos de quarta-feira a noite! Se tivesse Internet desde sempre isso não aconteceria! E a minha irmã nem gosta de futebol!!!
     Hoje escrevo menos, escuto menos rádio e nem compro jornal... E saudade!
   Pena que com tanta tecnologia ainda não descobriram como voltar o tempo...